11 plataformas de economia colaborativa para começar a economizar ou ganhar dinheiro

 em Empreendedores na Web, Geral, Marketing

A economia colaborativa já é uma realidade nas grandes empresas como a UBER, que possui a maior frota de táxi do mundo sem nunca sequer ter comprado um carro; na AIRBNB, que pode-se dizer que tem a maior quantidade de leitos de hotel sem nunca ter levantado um tijolo pra construir um.

Essa é a nova realidade da economia mundial. Gerar negócios na economia compartilhada, e este novo modelo tem uma particularidade na sua divulgação: pouco se vê mídia paga, mas sim, orgânica. São seus usuários quem promovem sua publicidade, pois a empresa fornece descontos a cada chegada de novos usuários, virando uma “bola de neve” virtual. No marketing colaborativo, todos ganham com isso.

Dro.Rocha250x300H-2

Como isso funciona?
Pra explicar melhor, é como você tivesse uma furadeira em seu apartamento e resolvesse publicar no mural do seu condomínio a disponibilidade para locação. A vida útil de furadeira, para quem usa poucas vezes, não vale o investimento. Sabendo disso, você toma esta decisão sábia onde outros vizinhos, vendo seu anúncio, já não compram suas próprias furadeiras e, assim, gera uma economia familiar: você ganha com a locação, os vizinhos locam na hora que precisar. Enfim, todos se beneficiam.

É justamente nesta matéria que iremos citar outras formas de ganhar dinheiro com a economia colaborativa. Algumas pouco divulgadas e outras já conhecidas, assim, iremos listar 10 formas de ganhar dinheiro com a economia colaborativa.

Confira:

Você é o Guia!
1- rentalocalfriend
Se você já recebeu alguém na sua casa, pegou seu carro e mostrou a cidade como um passeio com guia turístico seria capaz de fazer e não ganhou nada com isso, está na hora de repensar e olhar para esta plataforma: a Rental Local Friend, é a “Uber” dos “Guias de turismo”, sendo que de uma forma inovadora. Você fica disponível preferencialmente com o seu carro, passeia pela cidade, dá toda a assistência ao turista. A proposta é essa mesma: visitar locais fora do roteiro do guia e aqueles restaurantes que sabemos que ganham por comissão. Ter liberdade, conhecimento e cultura é a grande missão – saber inglês e espanhol é quase que uma regra para quem mora no Brasil.

Ao invés de comprar, venda ou disponibilize para aluguel.
2-
 enjoei
Se você já se deparou com um monte de roupas e sapatos e deu vontade se ver livre da metade daquilo, ou pra mulherada que compra um vestido de madrinha de casamento e vive emprestando para as amigas… enfim! A plataforma “enjoei” tem esta finalidade e divide até por categorias de marca de roupas. Muito fácil de resolver estes problemas, heim? É muito comum pessoas acumularem roupas (não é o meu caso).

3- alooga
Trata-se de uma plataforma que te ajuda a alugar objetos, como prancha de surfe, skate, câmera fotográfica e outras coisas que seriam caras caso você decidisse comprar. Bom para quem viaja e quer diminuir o volume da mala.

Slooga, plataforma de locação de obejtos.

Alooga, plataforma de locação de objetos.

Ao invés de comprar, loque !
4- rentforall

Segue a mesma lógica, você pode precisar de uma barra de camping apenas uma vez, uma bicicleta em uma cidade específica ou uma câmara fotográfica, uma prancha de surf pra não carregar bagagem… é mais fácil locar tudo isso em um determinado local. Para isso existe o Rent For All.

Mão na massa, você é o cozinheiro.
5- dinner
6- eatwith
Pensa comigo: se você sabe cozinhar bem, pode oferecer boa gastronomia, um prato cuja receita seja da cozinha mediterrânea, japonesa, italiana, sertaneja, etc. Se você tem carisma e quer ganhar dinheiro com o seu talento em casa, basta acessar http://www.dinneer.com/. O site possui a proposta de gerar jantares e almoços exclusivos, e a plataforma já atende em 34 países. Coloque a mão na massa.

Você também pode encontrar no eatwith a versão gastronômica em mais de 200 cidades com uma pequena taxa de 15% do valor da reserva e oferecer um jantar a seu anfitrião: escolha um prato, reserve uma mesa e desfrute com amigos.

Alugue seu imóvel, um quarto, ou dois.
7- AIRBNB
8- alugue temporada
Concorrente da AIRBNB, o alugue temporada segue a idéia de ganhar dinheiro com o seu imóvel, seja ele completo pra locação ou parte dele. Um quarto, por exemplo, e oferecer ao anfitrião a oportunidade de receber hóspedes que chegam de viagens e desejam novas experiências. Segue o mesmo padrão da AIRBNB, gerando economia aos usuários e renda aos anfitriões. Já é uma tendência em todo o planeta.

9- couchsurfing
Conecta pessoas do mundo todo em prol da hospitalidade. Criada para ser uma rede de pessoas que possuem sofás (ou outros tipos de cama temporária) e por outras pessoas buscando sofás para dormir por uns dias – tudo em nome da troca de experiências, histórias e tempo para conhecer viajantes e locais de todas as partes do mundo. Tire proveito disso ao invés de pagar um hotel. Receba hóspedes, e na sua viagem a qualquer lugar do mundo, sempre tenha alguém pra te receber de braços abertos. Essa é a idéia! Conectar pessoas do mundo todo em prol da hospitalidade. 

Troca de casa tem mais de 65 mil opções em 150 países.

Troca de casa tem mais de 65 mil opções em 150 países.

10 – Troca de casas:
Já imaginou um fim de semana em Jurerê-internacional/SC por apenas R$ 230,00? No Troca de Casas você faz a inscrição com valor anual, deixa a sua casa a disposição aos membros da plataforma que será verificada e tem a opção de escolher casas em todo o Brasil. Assim, fácil, quantas vezes desejar, com um único valor. E se você não fizer uma troca de casa no primeiro ano, o segunda ano você não paga taxa. Curtiu?

Escolha o seu e prepare-se pra sair da crise!

banner_mkt_digiital

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contato

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto.

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar